Dicas essenciais e regras de boa convivência no condomínio

É muito difícil administrar um condomínio que residem tantas pessoas diferentes. As maiores dificuldades de um síndico não são as inúmeras guias a serem pagas, documentos para checar e lidar com funcionários do condomínio. A parte mais trabalhosa da vida do síndico é lidar com os moradores. Atualmente, alguns condomínios estão elaborando uma Cartilha de Etiqueta em Condomínios, com dicas de comportamento, postura e bons modos para com os moradores.

O pensamento de coletividade é fundamental para se conviver em condomínios e isso tem que ser construído junto aos condôminos diariamente. Mesmo essa não sendo uma responsabilidade maior do síndico, é dele o dever de que as regras de condomínio e as regras de boa convivência instituídas no regulamento interno e na convenção de condomínio sejam seguidas. Além disso, é importante que o síndico saiba, ao menos, o básico sobre lei de condomínio.

A Lei do Condomínio abrange direitos, deveres e condutas a serem respeitadas, que, em sua maioria, o Código Civil também abarca. No entanto, quando há conflitos, predomina o estabelecido no Código Civil. O síndico, tendo conhecimento e entendimento da lei de condomínio, assim como o código civil, as regras de condomínio, o regulamento interno e a convenção de condomínio, conseguirá lidar com problemas de convivência com mais facilidade.

É o síndico quem recebe as reclamações de vizinhos barulhentos e problemas de convivência e relacionamento entre os condôminos e é importante que ele, ao receber uma reclamação sobre uma situação, esteja disposto a dialogar com o possível infrator. O mais importante é ter uma postura aberta à uma comunicação honesta e sem acusações infundadas para que fique mais fácil resolver conflitos entre os moradores.

Dicas essências para uma boa convivência no condomínio

  • Uso das áreas comuns do condomínio

Para que os moradores façam o melhor uso possível desses locais, é fundamental um quadro com as regras do local escritas de maneira clara. Caso um espaço comece a resultar em mais reclamações, o síndico pode realizar uma campanha de conscientização.

Durante uma assembleia de condomínio é importante que os participantes desliguem os celulares e que a comunicação seja a mais respeitosa possível, evitando acusações e o uso de palavras de baixo calão. Além disso, é importante que a reunião siga a pauta da assembleia e que itens não presentes na pauta não sejam discutidos.

  • Barulho nas áreas comuns

O barulho pode ser um grande problema para uma boa convivência em condomínio e uma boa maneira de coibir os excessos de barulho é apostar em campanhas de conscientização com a utilização de cartazes, por exemplo. Quando o problema de barulho é recorrente o síndico deve interferir com advertências ou multas, de acordo com as regras estipuladas na convenção de condomínio ou regimento interno.

Essas foram algumas dicas sobre como manter um bom relacionamento entre moradores de um condomínio. É de suma importância que o síndico esteja sempre disposto a resolver os problemas entre os moradores da melhor maneira possível. Muito obrigado.

Referências: Condomínios SC, Sindico NET, Sindico NET, TOWNSQ

Share This

Compartilhe!

WhatsApp chat