prestacao-de-contas-mensal-condominio-taxa-condominial

Fatores como transparência e bom convívio são imprescindíveis em qualquer ambiente e não é diferente em ambiente condominial. Na gestão de condomínios, parte do processo de transparência, a prestação de contas mensal condomínio e anual é obrigatória conforme o Artigo 1348, VIII, do Código Civil. Isso é atribuição do síndico e o mesmo tem que ordenar e justificar todas as movimentações financeiras da sua gestão.

Fazer a prestação de contas é um grande desafio para os síndicos em geral e, com isso o serviço de administradora de condomínios BH vem crescendo. Serviços como síndico profissional administração e gestão de condomínios vem sendo cada vez mais solicitados. Além disso, muitos síndicos vêm trabalhando em parceria com as empresas que administram condomínios e síndicos profissionais, agilizando e facilitando o trabalho de ambas as partes.

A prestação de contas requer mais do que organização. É necessária uma série de tramites legais a serem cumpridos até a aprovação de relatórios financeiros e contábeis. Para facilitar a vida dos síndicos, preparamos uma espécie de check-list para implementar na organização de uma prestação de contas condominial.

Gestão de condomínios – Prestação de contas

Organizar uma prestação de contas para apresentar em uma assembleia, contendo todas as despesas e investimentos de um ano é um desafio que exige preparação. São diversos documentos que devem ser reunidos e contabilizados e, caso você seja síndico de primeira viagem, é possível que esteja se perguntando “como fazer tudo isso”. Bem. Nosso check-list poderá te ajudar com essa árdua tarefa. Vamos lá?

  • Relatório do orçamento – Faça uma revisão do orçamento de gastos e receitas decidido no início da gestão e compare com o que foi feito, analise a diferença dos gastos planejados e valores realmente gastos.
  • Relatório de receitas – Este documento se divide em duas partes: condôminos adimplentes e inadimplentes. Para os condôminos inadimplentes deve-se acrescentar multas por atraso na taxa condominial. Outra possível receita é o valor de alugueis de espaços comuns do condomínio.
  • Relatório de despesas – Divida este relatório em três contas:
    • Fixas: folhas de pagamento, contratos fixos, seguros, administrativos e outros itens que tem sempre valores muito próximos mensalmente.
    • Variáveis: manutenção programadas ou outros gastos.
    • Extras: obras ou consertos extraordinários.
  • Balancete – Este documento é o resumo das despesas e receitas do condomínio, bem como o saldo do mês e o saldo atual. A prestação de contas mensal é feita através deste documento. Este documento contém, também:
    • Saldo do mês: diferença entre receitas e despesas.
    • Saldo atual: total do que o condomínio tem em caixa. Para achar esse valor, some o quanto o condomínio tinha em caixa no mês anterior com o saldo do mês atual.

Taxa condominial – Inadimplência

As multas por atraso na taxa condominial precisam ser aplicadas. É importante divulgar sobre esse assunto na prestação de contas. Faça apresentações de porcentagens, quantidade de cotas, valor por unidade, entre outros. Apresente, também, medidas a serem tomadas para a redução do índice.

Gostou das dicas? Você sabia que uma administradora de condomínios BH pode fazer todo esse serviço para você? Entre em contato conosco através do nosso site e saiba mais sobre gestão condominial e síndico profissional. Estamos te esperando.

Referências: Townsq, AcolWeb

Share This

Compartilhe!

WhatsApp chat