administradora-de-condominios-em-bh-tratamento-de-esgoto-em-condominio

O tratamento de esgoto em condomínios é um pouco diferente do tratamento em residências. Segundo a lei, os condomínios que estão localizados em áreas com rede de esgoto, devem estar ligados à rede de esgoto e, os condomínios em áreas que não tem rede de esgoto, devem ter uma estação de tratamento de efluentes (ETE) própria.

As ETEs estão cada vez mais populares em condomínios de alto padrão ou populares. O sistema ETE em condomínios são eficientes e podem até gerar economia, sem contar que fazem bem para o meio ambiente.

Resumindo, os condomínios têm a responsabilidade de dar destino adequado aos efluentes. A questão do saneamento básico nos condomínios vem sendo tratada com mais seriedade e com isso, muitos condomínios têm procurado alternativas para minimizar o impacto ambiental e descartar efluentes em locais que não causem danos ao meio ambiente.

Administradora de condomínios BH – Tratamento de esgoto

O meio ambiente é um assunto complicado e o tratamento de esgoto é uma medida que ajuda a minimizar impactos ambientais. Os condomínios costumavam utilizar de fossas sépticas para o tratamento de esgoto. A fossa séptica nada mais é que a coleta de todo esgoto e trata-lo em 3 etapas. Após a coleta, acontecia a decantação, o solido ia para um biodigestor e, após esse processo, o esgoto estava 90% tratado e já poderia voltar para o meio ambiente.

É necessário que o síndico e a administradora de condomínios BH saiba de todos os processos de tratamento de esgoto, seja pelo tratamento através de fossas sépticas ou pelas ETEs.

Administradora de condomínios em BH – ETEs

As ETEs são mais complexas do que os sistemas de fossas. Tem o procedimento dividido em diversas etapas e também é de extrema importância que o síndico, funcionários do condomínio e a administradora de condomínios em BH entenda do procedimento. Confira:

  • Os efluentes da cozinha e banheiro passam pela estação elevatória, passam por um gradeamento, separando liquido do sólido. O sólido é limpo por uma empresa especializada e o líquido é bombeado para o resto do processo de tratamento.
  • O liquido passa pelos reatores e passa por uma biodigestão. O liquido é aerado para melhorar a limpeza. A limpeza é realizada por bactérias que, por sua vez, produzem o lodo que vai para a secagem antes de ser encaminhados para o aterro.
  • Nos reatores é produzido o biogás, que contém metano. Esse gás é inflamável e convertido em CO2. A queima do metano também pode ser realizada para a geração de energia.
  • Em alguns ETEs, durante o processo final, utilizam de cloro e luz ultravioleta para desinfetar a água. Depois disso, ela está totalmente tratada.

Complicado? Um pouco. Então como escolher o melhor sistema para tratamento de esgoto em condomínio? A sua administração de condomínios Belo Horizonte possui lima equipe especializada para te ajudar?

Bem, o melhor sistema é o que couber no orçamento do condomínio e o que se adequar melhor para o condomínio. O melhor sistema é o que trará mais vantagens e qualidade de vida para os moradores. Os ETEs são mais eficientes e mais amigáveis ao meio ambiente, porém, são mais caros. A administração de condomínios Belo Horizonte pode te ajudar a escolher o melhor sistema de tratamento de esgoto!

Gostou das dicas? Faça contato através de nosso site. Somos a melhor administradora de condomínios de BH e estamos aguardando seu contato.

Referências: Limpa Fossa, Condomínio SC

Share This

Compartilhe!

WhatsApp chat