condominio-atrasado-durante-a-pandemia-condomino-inadimplente

Devido ao atual cenário, a questão do isolamento social devido ao novo coronavírus é um momento difícil que o mundo inteiro está passando. Ninguém imaginava que uma pandemia poderia acontecer e que isso privaria as pessoas de ter acesso a bens e serviços, além de manter milhões de pessoas em suas respectivas residências, em quarentena.

Esse cenário com certeza trouxe complicações para muitos empreendedores, seja de pequenas, médias ou grandes empresas, seja o trabalhador comum ou autônomo. Uma dessas implicações é a falta de recursos para o pagamento de despesas básicas da família. Estamos falando de despesas como água e luz, condomínio e, até mesmo, aluguel.

De fato, nesse sentido, as receitas e despesas de um condomínio foram afetadas, uma vez que, muitos dos moradores se tornaram um condômino inadimplente.

Administradora de condomínios BH – Condomínio atrasado

Todos sabemos que a receita dos condomínios vem, exclusivamente, da contribuição da taxa condominial dos condôminos e essa contribuição da taxa condominial é, exclusivamente, destinada ao pagamento de contas essenciais para a sobrevivência do condomínio, em especial, contas de consumo (água, luz, internet) e salários de funcionários e colaboradores. Logo, o condomínio atrasado por refletir no funcionamento, segurança e, até mesmo, na limpeza do empreendimento.

Porém, mesmo com o atual quadro que estamos vivendo, o condômino não está desobrigado a cumprir com o pagamento da contribuição condominial.

O que pode ser feito em situações como esta?

Bem, o ideal é que os síndicos, gestores condominiais e a administradora de condomínios BH criem soluções e planos de ação, utilizando, sobretudo, o bom senso para que não tenhamos um aumento exponencial de condômino inadimplente.

Por exemplo, uma ação tomada em alguns condomínios de pequeno porte: síndicos e gestores decidiram por dar férias ou dispensar funcionários de limpeza e os condôminos realizam a limpeza do seu andar.

Essas entre outras ações podem ser tomadas. Como falamos, tudo depende do bom senso e o senso de coletividade.

Administradoras de condomínios em BH – Taxa condominial

Uma solicitação comum entre moradores de condomínios tem sido a redução das taxas condominiais. E isso não está se diferenciando de tamanho de empreendimento. Seja condomínios de alto luxo ou condomínios mais populares.

Claro que todos sabemos que a quarentena está afetando a receita e despesas de famílias, e essa é uma alegação geral. O primeiro ponto, que já mencionamos, é que todos precisam entender que as despesas ordinárias condominiais são rateadas entre os moradores para que não haja falta de serviços básicos como luz, gás e água no condomínio.

Para que haja um desconto nas taxas condominiais, seria possível apenas através de uma determinação governamental isentando os condomínios de pagarem contas de serviços e, logo, esse rateio poderia sair da taxa condominial e virando um “desconto”.

Outro ponto levantado é a utilização do fundo de reserva para o pagamento de despesas ordinárias. Isso é impossível, uma vez visto que o destino da verba do fundo de reserva é destinado a gastos emergenciais como obras e manutenções não previstas. Isso está definido no regimento interno.

Síndicos e equipes de administradoras de condomínio em BH estão trabalhando juntos para tentarem solucionar problemas de inadimplência e, com essa crise, é preciso que as equipes de administração e os condôminos estejam alinhados a solucionar problemas com senso e responsabilidade.

Uma vez que o fundo de reserva é uma taxa extraordinária, o que síndicos podem fazer, juntamente com as equipes de administradoras de condomínios em BH, é realizar a isenção dessa taxa temporariamente, desde que estes valores não estejam comprometidos com fornecedores, em compras de contratações, etc.

O atual cenário é preocupante e por isso, vale ressaltar que os gestores e equipes de administradoras de condomínio em BH entendam a situação econômica ocasionada pelo novo corona vírus.

Indicamos que haja um planejamento financeiro no condomínio através da implantação e aprovação da previsão orçamentária. Dessa maneira, é possível provisionar qual foi o custo do condomínio para esse ano, tornando possível ajustar as contas para o próximo ano.

Esperamos ter ajudado você com suas dúvidas. Para mais informações sobre o atual cenário, possíveis problemas condominiais, administradoras de condomínios em BH, acesse nosso site e blog.

Referências: Economia Estadão, Agazeta, Síndico NET, Administradores

Share This

Compartilhe!

WhatsApp chat